20 de jun de 2015

Talvez o perdão seja a solução da minha vida conturbada, da minha mente conturbada.
Eu já disse algumas vezes que gostaria de sofrer um acidente que me fizesse esquecer de tudo que vivi, e todos que conheci até hoje, o que realmente importa iria permanecer, e criar raízes novamente. Eu deveria me perdoar, me perdoar do dia que à escolhi para viver ao meu lado, me perdoar de ter de  à deixado sofrer minhas dores comigo, e me perdoar de não ter forças para continuar tentando fazer dar certo.  Eu deveria me perdoar pelos dias que ela queria fogo de mim, e o máximo que eu era capaz de proporcionar era uma faísca, deveria me perdoar por ainda querer saber como você esta, mesmo depois de ter dito pra eu sair da sua vida, e não à a procurar mais, deveria me perdoar de ter raiva pela situação em que decidiu me deixar, gostaria de compreender e aceitar melhor a forma como as coisas aconteceram, gostaria de me perdoar por não ter sido capaz de manter aquele amor vivo.
Deveria me perdoar por ser assim... Por não gostar de estar sempre bêbada, ou drogada, no rolê com muita gente, rindo dos outros, melhor ainda se eu me perdoasse por tentar ser quem não sou.
Aprendi a voar quando perco o chão, aprendi a sorrir sem sentir alegria alguma, aprendi a dar valor as pessoas que tentam me fazer sentir melhor, aprendi a me dedicar ao outros para não sentir minhas dores, aprendi a mentir para mim para me sentir melhor, e menos vazia, aprendi tantas coisas para sobreviver, agora preciso aprender a me perdoar....

Nenhum comentário:

Postar um comentário