23 de jul de 2015

Colocar tudo que eu sinto pra fora tem se tornado impossível, eu fico entalada, só não quero mais viver assim... Poxa, não sei mais o que fazer, tento ser uma pessoa de bem, trabalhar, ajudar todos que eu posso, se vejo alguém triste tento dar um UP, arranco sorrisos com tanta facilidade, as pessoas me olham e pensam tanto sobre mim, imaginam, deduzem, e no fim, eu não sou nada do que elas pensam...
Tenho a impressão que as pessoas que são filhas da puta sim, são felizes, e tem o que precisam, o que querem, e desejam.
Estou esgotada, queria me trancar em casa e ficar sozinha chorando por dias, mas não posso, tenho que encarar o "mundão" com o sorriso mais lindo que trago no estojo dentro da bolsa, é como se eu tivesse uma semi vida...
Como já dizia Cazuza "O tempo não para"
Noite passada eu custei a dormir... E quando dormi, dormi muito mal.
Eu sei lá, a sensação de que esse não é o meu lugar não passa nunca, cansa você viver se sentindo uma intrusa na vida das pessoas, parece que eu realmente não faço bem...
Quando parece que estou chegando no "meu lugar" uma palavra dita, uma frase simples, fica atravessada na minha garganta, como espinha de peixe, e o mundo parece desabar.
As pessoas tem o dom de me machucar, quero ir embora, e deixar tudo e todos para trás, minha vida não tem valido a pena, estou cansada de alegrias momentâneas, de saber que em um piscar de olhos o que me faz bem vai embora, e não tenho forças para agilizar o processo, fico esperando o tempo passar.
Eu queria me casar e ter filhos, queria uma família, ter com quem contar, pra onde correr e até mesmo pra onde voltar, mas não tenho; A família que eu sonhava em constituir já não me da forças para tentar, não quero mais me casar e ter filhos... Não quero mais amar, não quero mais ter bons sentimentos e olhar as pessoas com esperança, porque não é assim que ninguém vive. As pessoas te usam, te iludem e pra elas esta bom assim. Ninguém precisa de mim, e isso é bom, porque assim ninguém vai sentir minha falta.
Sou aquela pessoa substituível, que conforme o tempo vai passando minha fisionomia vai sumindo das lembranças.
O ser humano vive de comodismo, e isso me faz ter certeza que não sou desse mundo.
Eu sonhei com um amor pra vida toda, hoje o que mais desejo é meu coração vazio, porque amar dói muito, e não aquela dor que um médico pode diagnosticar e te dar uma receita para você ir até a farmácia e comprar um remédio tarja preta caríssimo "anti sentimentos".
Eu acreditei que Deus tinha planos pra minha vida, acreditei que ninguém nasce só pra sentir falta de alguém, ou de alguma coisa, pra sentir medo, desconfiança e receio, mas parece que ele me criou pra isso. Tenho rezado implorando por piedade, não quero mais acordar, não quero mais acreditar, não quero mais me iludir, porque tudo que eu preciso pra ser feliz, seria tão simples, não quero ser rica, ter muitos carros e casas, jóias, roupas caras, não quero! Na verdade não quero mais nada, só quero que meu tempo passe e acabe, mas acabe rápido, não consigo viver aonde não tenho ninguém pra amar, ou confiar, e também não quero me tornar como todos são, aceitando o vazio.
Não quero me render a me casar com um homem que eu vou enganar, pra simplesmente ter meus filhos, não quero abrir mão de mim, do que eu sou, porque sei que assim ser mãe não me faria feliz. Por tudo que sinto também não teria capacidade de formar um ser humano, não quero ninguém que sinta e pense parecido comigo, porque não quero que ninguém sofra como eu sofro.
Eu queria ter coragem, coragem de tomar veneno, não uma candida que só fez tudo arder e me deixou aqui, queria ter coragem de cortar os pulsos ao invés de me entupir de remedios esperando que eles acabem com tudo, queria ter menos medo de dar fim ao que tanto me entristece, ao que realmente me faz infeliz... Minha vida.

8 de jul de 2015

Li em algum lugar, que há uma regra de decoração que merece ser obedecida: para onde quer que se olhe, deve haver algo que nos faça feliz.
 Esses dias li uma conversa, onde eu era o assunto, e diziam mais ou menos assim...
 "Vai saber de onde essa moça tira tanta esperança. Ela tem o dom de construir degraus com cada pedra que encontra no caminho, senta e chora, mas depois respira fundo, olha no espelho e percebe que fica mais bonita quando sorri. Tem dias que acorda Sol e sai irradiando raiozinhos de luz por aí, nos dias em que é chuva, fica em casa quietinha, enrolada no edredom até a hora certa de ensolarar outra vez. Acho tão bonita a força dessa moça.."
 (não foi dito com essas palavras, mas não importa como foi dito, e sim como eu entendi)
 Mas é porque penso que se esquecermos quem somos, os outros podem tentar nos fazer ser qualquer coisa, e tudo que eu não quero, é ser qualquer coisa.

20 de jun de 2015

Seja calmaria, já existe gente demais fazendo tempestade.
Despertar o amor é uma metáfora para o processo de remover as capas que nos impedem de manifestar esse amor. O rio está fluindo em direção ao mar, mas existem alguns diques, algumas pedras que bloqueiam sua passagem. O trabalho do buscador, do iniciado, é remover esses obstáculos para que o amor possa se manifestar.
As tempestades não nos deixam enxergar as coisas com nitidez, elas embaçam nossa visão, me pergunto constantemente se foi isso que aconteceu comigo.
Você não sabe o quanto de Força possui, até sua única alternativa é ser Forte.
Acho que você não sabe o que é dormir na rua, ou ficar dois, três dias sem comer, ter que vender drogas para juntar dinheiro e conseguir arrumar um emprego, acho que você não sabe o que é tentar se matar por, três, quatro vezes e não conseguir, dormir em puteiro, ser acusada de roubo, ouvir todos dizendo que você não presta, sentir incapaz até mesmo de dar fim a tudo. Espero que você não saiba o que é deixar de comprar uma camiseta, de dez reais que seja, para poder pagar alguma divida, ter medo de "fazer falta" por ja ter feito isso alguma vez e depois não poder comer a camiseta rs
As vezes as situações ao qual passamos nos ensinam a ser o oposto do que gostaríamos de ser; espero que você não saiba, o que é apanhar todos os dias, ou ter medo de voltar pra casa, que não saiba o que é perder a unica pessoa que você sabia que te queria bem e que estaria ao seu lado para qualquer coisa, acordar desesperada no meio da noite pelos pesadelos que fazem questão de persegui-la, espero que você nunca saiba o que é estar sozinha, pra resumir, espero que você nunca saiba o que é viver como eu vivo.
Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto (tento todos os dias), pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes. O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade. Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende!
Aprendi que as circunstâncias entre as quais você vive determinam sua reputação... A verdade em que você acredita determina seu caráter... A reputação é o que acham que você é; o caráter é o que você realmente é... A reputação é o que você tem quando chega a uma comunidade nova; o caráter é o que você tem quando vai embora. A reputação é feita em um momento; o caráter é construído em uma vida inteira... A reputação torna você rico ou pobre; o caráter torna você feliz ou infeliz... A reputação é o que os homens dizem de você junto à sua sepultura; o caráter é o que os anjos dizem de você diante de Deus. Eu tento incutir hoje algumas ideias em mim, para me sentir melhor.
Viver em sociedade é um desafio porque às vezes ficamos presos a determinadas normas que nos obrigam a seguir regras limitadoras do nosso ser ou do nosso não-ser... Quero dizer com isso que nós temos, no mínimo, duas personalidades: a objetiva, que todos ao nosso redor conhece; e a subjetiva... Em alguns momentos, esta se mostra tão misteriosa que se perguntarmos - Quem somos? Não saberemos dizer ao certo!!! Agora de uma coisa eu tenho certeza: sempre devemos ser autênticos, as pessoas precisam nos aceitar pelo que somos e não pelo que parecemos ser... Aqui reside o eterno conflito da aparência x essência. E você... O que pensa disso?
Eu penso sobre isso todos os dias, e ainda não sei o que me responder.
As pessoas criticam tudo, e quero dizer mesmo tudo, sobre mim: o meu comportamento, a minha personalidade, as minhas maneiras; cada centímetro de mim, da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, é objecto de mexericos e debates. São-me constantemente lançadas palavras duras e gritos, embora eu esteja habituada a isso. Segundo as autoridades definidas, eu devia sorrir e aguentar, então é o que tento fazer, todos os dias, a cada longo dia, que Deus me faz abrir os olhos.
Talvez o perdão seja a solução da minha vida conturbada, da minha mente conturbada.
Eu já disse algumas vezes que gostaria de sofrer um acidente que me fizesse esquecer de tudo que vivi, e todos que conheci até hoje, o que realmente importa iria permanecer, e criar raízes novamente. Eu deveria me perdoar, me perdoar do dia que à escolhi para viver ao meu lado, me perdoar de ter de  à deixado sofrer minhas dores comigo, e me perdoar de não ter forças para continuar tentando fazer dar certo.  Eu deveria me perdoar pelos dias que ela queria fogo de mim, e o máximo que eu era capaz de proporcionar era uma faísca, deveria me perdoar por ainda querer saber como você esta, mesmo depois de ter dito pra eu sair da sua vida, e não à a procurar mais, deveria me perdoar de ter raiva pela situação em que decidiu me deixar, gostaria de compreender e aceitar melhor a forma como as coisas aconteceram, gostaria de me perdoar por não ter sido capaz de manter aquele amor vivo.
Deveria me perdoar por ser assim... Por não gostar de estar sempre bêbada, ou drogada, no rolê com muita gente, rindo dos outros, melhor ainda se eu me perdoasse por tentar ser quem não sou.
Aprendi a voar quando perco o chão, aprendi a sorrir sem sentir alegria alguma, aprendi a dar valor as pessoas que tentam me fazer sentir melhor, aprendi a me dedicar ao outros para não sentir minhas dores, aprendi a mentir para mim para me sentir melhor, e menos vazia, aprendi tantas coisas para sobreviver, agora preciso aprender a me perdoar....

21 de mai de 2015

Depois de algum tempo sem organizar minhas ideias fica difícil começar um texto coerente.
É difícil falar em organização quando você não a possui; Não sei ao certo se sou desorganizada, ou se estou com os pés fixos ao chão.
Tenho apenas vinte e dois anos, mas já senti as melhores sensações que a vida tem a proporcionar a um ser humano.
Já amei sem limites, e ainda sigo o conceito de que amor não acaba, apenas muda, viver de amor foi uma das sensações mais incríveis da minha vida, apesar de saber que minha jornada só começou sei que o que vivi nos últimos anos, jamais ira se repetir, me orgulho de ter tido coragem de ver as paisagens que vi, as cores, cheiros, sabores, e principalmente de quem esteve todo esse tempo ao meu lado, de quem de certa forma ajudou a formar a pessoa que sou hoje, os princípios e valores que carrego. Sim, muita coisa vem de criação, família, mais a partir do momento que você almeja a sua familia, os valores se mesclam, fica uma mistura gostosa, como chocolate com licor, as coisas andam de uma forma inesperada, e você descobre se sentir bem em situações que você jamais acreditaria estar vivendo.
Tive a melhor mãe do mundo, e acho que mãe é um "bichinho" sagrado, o ser ao qual você deve tudo que é, sou privilegiada.
Não sei o que é calmaria, tranquilidade, mais espero anciosa sua chegada em minha existencia.
Só sei escrever sobre o que vivo, o que sinto, e o que transbordo, na realidade acho que meus textos me entregam muito mais do que poderiam.
Às vezes, para manter a paz dentro de nós, é preciso usar um poderoso aliado chamado silêncio. Lembrar de usar o silêncio quando ouvir palavras infelizes.
Quando alguém está irritado. Quando a maledicência te procura. Quando a ofensa te golpeia. Quando alguém se encoleriza. Quando a crítica te fere. Quando escutas uma calúnia. Quando a ignorância te acusa. Quando o orgulho te humilha. Quando a vaidade te provoca. O silêncio é a gentileza do perdão que se cala e espera o tempo,por isso é uma poderosa ferramenta para construir e manter a paz.
Nunca fui de esquecer as coisas, principalmente as ruins...
Mas as pessoas tem razão ao dizer que a vida ensina, hoje as coisas que fazem de bom para mim, muitas vezes sobrepõe as não tão boas assim. Agradeço a Deus por estar me ensinando a me perdoar, e digo me perdoar porque sei que se eu estiver bem comigo, no meu coração, vou estar bem com o mundo.
Para realizar maior parte da coisas que desejamos, precisamos recuperar a magia da infância, precisamos recuperar o Mago que há dentro de nós, e fazer valer a crença de que confiando exclusivamente em nós mesmos, podemos ultrapassar qualquer fronteira!
Tenho muitas fronteiras a ultrapassar, e sei que apesar de parecer que nunca vai acabar, a vida não passa, nem corre, ela voa, e quando achamos que tudo esta "começando" nossa jornada por aqui chega ao fim.
Hoje eu não digo que nunca farei algo, vivo cada dia observando as oportunidades que tenho, até onte posso ir, até onde me "dá pé".
Minha mãe dizia " A aguá quer quem não sabe nadar, porque quem sabe nadar, já é dela"; ela dizia isso por eu ser uma pirralha extremamente atentada, e por me sentir um peixe. Na vida não foi diferente, a confiança em excesso faz o ser humano pecar absurdamente, e muitas vezes o caminho que você fez para ir não vai estar aberto para você voltar. Escolhas realmente são absurdamente importantes, e eu nunca fui boa em fazer escolhas... Mais um ponto que espero a vida me trazer segurança, apesar que já melhorei muito, rs
Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais; somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer.
Não somos nada mais do que um teste, e nos testamos e somos testados todos os dias.
A maior certeza que tenho é que minha jornada me moldou para meu bem maior, e foi exatamente o que precisava ser. Não penso que perdi tempo. Não existem atalhos para a vida. Foi necessária cada e toda situação que encontrei para trazer-me para o agora. E agora é o momento certo.
Não há pecados, nem pecadores, a única coisa que existe são seres que fazem bom uso de sua energia, e seres que a desperdiçam inutilmente. Quando eu for embora, quero que a maior herança deixada por mim sejam sorrisos, pelas minhas besteiras, ou pelas minhas gafes, pode ser por se lembrar de um abraço ou um beijo meu, mas quero milhares e milhares de sorrisos, para de onde eu estiver conseguir ve-los brilhar...
Meu mundo gira em torno de amar, de ser amada, de sonhar, e principalmente de sonhar em realizar meus maiores sonhos, sei que enquanto se sonha, viver se torna mais leve, e a bagagem já pesa naturalmente, vejo os sonhos como rodinhas, quando cansamos de carregar, colocamos a bagagem no chão e puxamos, empurramos, doamos aqui que não mais nos serve, mais jamais abandonamos.
Todas as escolhas têm perda. Quem não estiver preparado para perder o irrelevante, não estará apto para conquistar o fundamental. Aprenda a confiar no seu coração; aprenda a ouvi-lo e a confiar no que ele diz. A voz do coração é a voz de Deus em você. Não há diferença entre Deus, o seu coração e o próprio fluxo da vida. A Verdade é uma só.
Às vezes acreditamos que a felicidade está nas Estrelas E então descobrimos que ela sempre esteve ao nosso lado Tão presente quanto a Luz do Dia E que precisava apenas de um olhar, Que só precisava de um pouco mais de atenção...
Enfim... Falei, falei e não disse nada, coisas de Tamiris, só pra variar.

28 de dez de 2014

E a bagagem não pesa, e o caminho não cansa, e os pés não reclamam, quando o que se carrega é amor...

 Eu ultimamente não tenho dado respostas prontas, sempre que alguém me para, me pede um conselho, faz perguntas, eu respondo com perguntas... Não por eu "não saber as respostas" ou por "não querer" da-las, mas porque quando se aprende a pescar, ir até a feira e escolher seu peixe na banca, é uma "merda" desculpe, a palavra e o termo mal concluído, o vocabulário pobre, mas hoje eu vejo que as pessoas não valorizam suas conquistas, quanto mais fácil.. melhor.
Percebi que vou viver, até meu ultimo suspiro buscando um lugar aonde eu realmente me encaixe, eu penso muito diferente, meus valores não são baseados em reais, nem milhares, ou milhões... Quer ver meu sorriso mais bobo, arranca uma flor e me traz, sorri pra mim, me de um abraço, nada vai valer mais... Nada vai valer mais porque quando eu estiver sozinha, vou sorrir por lembrar de você abaixando, desequilibrando, pra tirar a flor do pé, do seu sorriso bobo a trazendo pra mim, do cheiro do teu perfume quando me abraçou.
Ao contrario do que muitos pensam, não, eu não sou uma "romântica" mas prezo de mais pelos pequenos detalhes, desde que descobri que eles são meu combustível.
Me despeço sem dores quando não me sinto inteira onde estou. Quando me perco de mim. Quando não ofereço o meu melhor ao outro. Porque aprendi que não tenho qualquer obrigação de fazer as coisas darem certo. Ou elas são, ou não são. É tudo tão evidente e natural. Acredito que o amor seja sim, uma construção, dia após dia. Mas hoje sei que a parte doce deve sempre prevalecer. E nunca, em hipótese alguma, o contrário.
As coisas difíceis vieram pra me fazer virar ferro, virar aço, mas pra minha surpresa, virei é flor. Rezo todos os dias para que a gente se livre dos pensamentos ruins, das escolhas erradas, das feridas que não fecham, das pessoas amargas e dos tormentos da alma. Rezo por paz! Paz mundial - tipo discurso de mis - ahaha e paz interior, aquela que você quer sentir todos os dias quando coloca a cabeça no travesseiro; Paz é uma sensação de dever cumprido. De aceitação. De ver o seu melhor ser aceito, sem brigas. Paz é ter respeito. E paz não tem nada a ver com destino. Esse que você espera que te entregue seus planos e suas esperas na palma da sua mão. Paz é o plantio de boas ações. É o cuidado com as palavras. É a paciência no meio da tormenta. Paz é uma sensação para poucos. E um dia, eu chego lá.
As vezes a vida parece mesmo ser dividida em três fases: questionar, aceitar e agradecer. Ainda não vivenciei todas, mas sinto, dia após dia, tudo se encaminhar assim. É como se a lucidez viesse bem de mansinho pra não assustar, pra tudo ser compreendido de forma realmente determinante. É verdade que somos feitos de urgências, mas o sentido das coisas mora mesmo é na calmaria. Sempre que passo por uma situação difícil, as pessoas que me acompanham dizem para eu não perder a fé e a coragem... Ai eu paro pra pensar, na minha visão sobre coragem... Coragem, às vezes, é desapego. É parar de se esticar, em vão, para trazer a linha de volta. É permitir que voe sem que nos leve junto. É aceitar que a esperança há muito se desprendeu do sonho. É aceitar doer inteiro até florir de novo. Não bater o pé, como criança mimada, exigindo aquilo que você quer, os planos de Deus não são explicados, mas pode ter certeza que sim, fazem todo o sentido do mundo, ele sim sabe do seu coração, das suas intenções, da dimensão dos seus sentimentos. Que diferença faz então se as pessoas te acham um ser ser, mundano, perdido.. Talvez essas pessoas sim, estejam perdidas, e ainda não tenham notado, infelizmente, eu ainda preciso "pescar" meu almoço e janta de amanhã e não posso perder tempo, querendo mostrar, provar, ou explicar nada pra ninguém. A vida é uma combinação de destinos e livre-arbítrio.

A chuva é o destino, a possibilidade de se molhar ou não é escolha sua.

25 de nov de 2014

Quando a gente quer muito uma pessoa, a gente se engana. A gente tenta encaixar aquele outro ser humano em posições que nunca foram dele. A gente clama ao universo para um sim em algo que já começou destinado ao não. A gente quer, e a gente bate o pé e faz pirraça feito criança para conseguir. Mas um dia a gente percebe que amor tem que ser uma via de mão dupla. Amor tem que ser fácil, tem que ser bom, tem que ser complemento, tem que ser ajuda. Amor que é luta é ego. Amor que rebaixa é dor. E então a gente aprende que amor que não é amor, não encaixa, não orna, não serve. Fique com alguém que não tenha conversa mole. Que não te enrole. Que não tenha meias palavras. Que não dê desculpas. Que não bote barreiras no que deveria ser fácil e simples. Fique com alguém que saiba o que quer e que queira agora. Fique com alguém que te assuma. Que ande com orgulho ao seu lado. Que te apresente aos pais, aos amigos, ao chefe, ao faxineiro da firma. Que segure a sua mão ao andar na rua. Que não tenha medo de te olhar apaixonadamente na frente dos outros. Fique com alguém que não se importe com os outros. Fique com alguém que não deixe existir zonas nebulosas. Que te dê mais certezas do que perguntas. Que apresente soluções antes mesmo dos questionamentos aparecerem. Fique com alguém que te seja a solução dos problemas e não a causa. Fique com alguém que não tenha traumas. Que não tenha assuntos mal resolvidos. Que saiba que para ser feliz, tem que deixar o passado passar. Fique com alguém que só tenha interesse no futuro e que queira esse futuro com você. Fique com alguém que te faça rir. Que te mostre que a vida pode ser leve mesmo em momentos duros. Que seja o seu refúgio em dias caóticos. Fique com alguém que quando te abraça, o resto do mundo não importa mais. Fique com alguém que te transborde. Que te faça sentir que você vai explodir de tanto amor. Que te faça sentir a pessoa mais especial do universo. Fique com alguém que dê sentido à todos os clichês apaixonados. Fique com alguém que faça planos. Que veja um futuro ao seu lado. Que te carregue para onde for. Que planeje com você um casamento na praia, uma casa no campo e um labrador no quintal. Fique com alguém que apesar de saber que consegue viver sem você, escolhe viver com você. Fique com alguém que não se esconda. Que não te esconda. Que cada palavra seja direta e clara. Que não dê brechas para o mal entendido. Que faça o que fala e fale o que faça. Fique com alguém cujas palavras complementam suas ações. Fique com alguém que te admire. Que te impulsiona pra frente. Que te apoie quando ninguém mais acreditar em você. Que te ajude a transformar sonhos em realidade. Fique com alguém que acredite que você é capaz de tudo aquilo que queira. Fique com alguém que você não precise convencer de que você vale a pena. Que não tenha dúvidas. Fique com alguém que te olhe da cabeça aos pés e saiba, sem hesitar, que é você e só você. Fique com alguém que te faça olhar para trás e agradecer por não ter dado certo com ninguém antes. Fique com alguém que faça não existir mais ninguém depois.

17 de nov de 2014

Não foi desejo. Nem vontade, nem curiosidade, nem nada disso. Foi um choque elétrico meio que de surpresa, desses que te deixa com o corpo arrepiado, coração batendo acelerado e em pé. Foi sentimento. Não foi planejado, nem premeditado. Foi só um querer estar perto e cuidar, tomar todas as dores e lágrimas como se fossem suas. A vontade e o desejo vieram depois, bem depois. Não foi um lance de corpo, foi um lance de alma. Não foram os olhos, nem os sorrisos, nem o jeito de andar ou de se vestir, foram as palavras. Uma saudade e uma urgência daquilo que nunca se teve, mas era como se já tivesse tido antes.

6 de nov de 2014

...

Se as pessoas são feitas de materiais diversos, Fizeram-me inteira vidro; Fino e embaçado. Quebro fácil. Sempre quebrei. Sou trincável desde que nasci. Como sempre, tudo tem um porem, sou extremamente cortante, machuco com uma grande facilidade. Tenho tido certa aversão a escrever nos últimos dias, algumas pessoas tem interpretado minha escrita bem de mais, as entre linhas, minhas metáforas, tudo tem sido de fácil interpretação; Para uma pessoa que quando "tentava" explicar algo com todas as suas forças, e nunca foi compreendida, isso com certeza é uma grande novidade, a compreensão alheia nunca fez parte do meu cotidiano, e eu vivi muito bem sem ela até hoje, pois é, eu tenho dificuldade de "acreditar", "confiar", juro, que nada proposital... Acho que algumas marcas de experiencias, não são revertidas de forma tão simples.

Nos caminhos de todos nós, existem diversas pedras, aos do meu caminho decidi parar de contorna-las e esculpi-las...

3 de nov de 2014

Rotatividade

Existem milhares de formas de expressão...
Quando eu era mais nova, gostava muito de desenhar, eu era uma acriança meio "nerdizinha", chegava, já pegava meus cadernos e livros e corria para a mesa pra fazer logo toda a lição que eu tivesse para fazer, muitas vezes até fazia lições que eu não deveria fazer, para "adiantar", mas quando minha professora mandava, aquela dita cuja pra fazermos em casa, eu apagava, e fazia de novo, tentando deixar a resposta melhor, ou se não tivesse "como" melhorar o conteúdo da resposta, eu fazia questão de deixar a letra mais bonita, fazia questão de deixar melhor do que estava antes -(sendo que na verdade quando eu apagava o que já tinha feito, o livro ficava borrado, e marcado sobre o que eu havia feito antes)-.
Eu queria terminar tudo que eu "tinha" que fazer logo, porque não queria levar broncas da minha mãe, e poder ficar livre para desenhar.
Eu sonhava com pessoas e lugares, e os desenhava... Via algumas coisas que outras pessoas não viam, e as desenhava,.. Eu desenhava aquilo que achava bom e bonito e guardava, e o que tinha medo, picava e jogava fora (acreditava que assim, conseguiria manter longe as coisas que me amedrontavam), e sinceramente, até que funcionou.
Conforme eu fui crescendo, e em pouco tempo mesmo tipo de vida, pequena, as coisas que aconteciam a minha volta, eram absurdas, até mesmo para uma criança, acabei me desligando dos meus desenhos e começando a prestar atenção em coisas de "gente grande".
Tentar desenhar depois de um tempo, foi praticamente impossível, só conseguia fazer os bonequinhos de pauzinho, ahahahaha me senti frustrada, mais não foi uma coisa que me abalou, mal dei importância... Hoje dizem que escrevo muito bem, eu não sei exatamente quando comecei a escrever, lembro de ter ganhado um diário, desses com chave pra deixar de baixo do travesseiro, da minha mãe, ele tinha todas as folhas cor de rosa, e eu achei ótimo poder escrever o que acontecia no meu dia igual nos filmes americanos (hoje vejo que na verdade minha mãe pegava a chave de baixo do meu travesseiro e lia tudo que eu escrevia, porque foi ela que me disse pra guardar a chave ali que "ninguém" nunca acharia era um ótimo esconderijo). Depois tive agendas, até conhecer o blog :D
Meu blog sempre teve textos extremamente pessoais meus, até então eu realmente colocava pra fora, aquilo que não me cabia no peito, não que agora eu não vá mais fazer isso, mas pode ser que notem alguma diferença... Eu sou a famosa "mulher de fases" Vivo mudando meu jeito de me vestir, o corte e cor do cabelo, troco de esmaltes toda semana, um dia estou escutando ronck'n'roll e no outro dançando axé me sentindo a nova loira, ou morena do tchan.
Hoje eu tenho planos a curto prazo que sei que sou capaz de realizar, e não estou muito distante.
Aqueles sonhos todos, ainda estão aqui, limpos, e bem confortáveis dentro de uma caixinha, super bem guardadinhos, pra no hora certa, eu simplesmente pegar a caixa, tirar a poeira da tampa, e velos ali, intactos.
Conforme o tempo vai passando algumas coisas dentro de nós vão morrendo, e de repente você se vê outra pessoa. A essência permanece a mesma, mas não tem como não mudar posturas, visões... A vida leva muita coisa, e traz muita coisa, o tempo inteiro, é eu acho que é assim mesmo que tem que ser, pelo que eu vejo é uma coisa inevitável, Eu percebi que me frajelei de mais por querer uma coisa constante, sólida; hoje eu sinceramente, penso só nesses planos próximos, que eu sei que vou conseguir realizar, e quem sabe poder aproveitar bem as experiencias, e escrever um livro com gravuras.

25 de mai de 2014

Nem sempre dura. Nem sempre é eterno. E precisamos lidar com isso. Nem que seja na marra. Nem que tenha que engolir o choro de vez em quando. Nem que a gente tenha que fingir que está tudo bem.

28 de fev de 2014

Que Deus ouça também as preces que lhe dirijo quando me parece que eu não acredito em mais nada. Quando sou incapaz de ver qualquer coisa além do foco onde coloco a minha dor. Quando não consigo articular meus pensamentos nem entrar em contato com alguma doçura que me faça lembrar das coisas que realmente nos movem. Quando não lhe dirijo nenhuma prece. Nem com palavras. Nem com um sorriso enternecido quando dou de cara com uma flor. Com um pôr-de-sol. Com uma criança. Com uma lua cheia. Com o cheiro do mar. Com o riso bom de um amigo. Que ele me ouça com o seu ouvido amoroso e me acolha no seu coração, porque é exatamente nesses momentos que eu não consigo ouvi-lo em mim.

21 de fev de 2014

Bom dia, sendo hoje o aniversário de uma das pessoas mais incríveis que já conheci, vou postar um fato que ao meu ver, faz parte do que ela é...
Feliz Aniversário D. Ivone.

Um antropólogo fez uma brincadeira com crianças de uma tribo africana. Ele colocou um cesto cheio de frutas junto a uma árvore e disse para as crianças que o primeiro que chegasse junto a árvore ganharia todas as frutas. Dado o sinal, todas as crianças saíram ao mesmo tempo e de mãos dadas! Então sentaram-se juntas para aproveitar da recompensa. Quando o antropólogo perguntou porquê elas haviam agido dessa forma, sabendo que um entre eles poderia ter todos os frutos para si, eles responderam: Ubuntu, como um de nós pode ser feliz se todos os outros estiverem tristes?

UBUNTU na cultura Xhosa significa: “Eu sou porque nós somos”

18 de fev de 2014

A menina que mora em mim por vezes me visita para dar uma olhada na minha realidade. Em algumas dessas vezes sorri de boca inteira como se se olhasse em um espelho. Outras, me encara com estranheza e arrepio. É quando estou longe do caminho das flores. A menina que mora em mim me acorda a noite. E de manhã continua no berço como se nada tivesse acontecido. É ela que guarda o meu tesouro no seu colo de criança: esperança e fé. E é por isso que quando me perco dela, ela corre de novo pelo caminho, catando as flores dos quintais e as derrama todas em cima de mim. Esse é o seu jeito de dizer: Acorda, mulher! Volta pro seu jardim!

12 de fev de 2014

O que às vezes a gente demora a perceber é que nem sempre se tem a chance de dar o troco, nem sempre o mundo dá voltas e para no mesmo lugar pra nos dar a oportunidade de retomar aquela velha história e sair por cima desta vez. Às vezes, eu diria até que “muitas vezes”, temos um destino tão melhor, um caminho tão mais gostoso a percorrer que seria perda de tempo aparar as arestas com quem não vale mesmo a pena e não tem mais a menor importância. O tempo é demasiadamente curto e passa rápido, mas ser feliz não é coisa rara, é mais comum do que a gente pensa. Ser feliz é coisa que não se espalha, e é por isso que em tantos casos a gente nem fica sabendo. Ser feliz é tentativa, é errar e tentar de novo; é se decepcionar e enfim aprender com os erros; é não jogar a responsabilidade nos outros, porque a felicidade é pra depender só da gente, é tentar, e tentar novamente, sem cansar, até conseguir; é simplesmente sorrir e ir vivendo por aí...

10 de fev de 2014

Almas precisam de sorrisos, afetos, energia boa, canções de ninar. Não precisam de mágoas para guardar. Almas precisam de laços, conexões, encontros e encaixes. Não precisam de gente que vem e vai embora sem ao menos se importar. Almas precisam de abrigo, de amigo, de carinho, de cheiro bom, de abraço apertado e colo aquecido. Não precisam de inquietação, abandono, nem de ruído. Almas precisam de leveza e profundidade, de peso e personalidade. Eu diria que - em toda parte!

27 de jan de 2014

Sagrada Mãe Iansã, eu não sei rezar, não sei fazer clamores e muito menos escrever direito, mas eu venho aqui, de coração falar com a senhora... Venho pedir... Pra variar; Isso eu sei fazer minha mãe, pedir...
Venho falar, reclamar, questionar... Sou displicente, sou humana, e sei fazer tudo isso.
Eu queria trazer flores para a senhora, mas escolhi plantá-las e convidá-la para que venha me ver cuidar delas enquanto meu canto é levado pelo vento. Como uma filha rebelde, resolvi sair do caminho só pra chamar a atenção, e quando a senhora me colocar de volta nele, espero realmente poder senti-la me tocando, mesmo que seja pelo fio da sua sagrada espada.
Peço mãe dos meus caminhos, que seus raios iluminem as estradas à minha volta, para que eu tome as melhores direções.
Peço que quando o escuro tomar conta dos meus olhos, a senhora me guie pelo som do brandir de sua espada. E nas batalhas onde eu não enxergar meus opositores, seus ventos assoprem nos meus ouvidos o que preciso saber, e me coloque no lugar certo para eu me esquivar dos seus golpes traiçoeiros. Peço merecer seu amor de guerreira, o carinho de sua espada que extirpa o que não me serve para nada.
E peço também entender os porquês do que me é bom ou não. Mãe de um amor guerreiro, não precisa me responder nada em palavras, mesmo porque eu não aprendi a ouvi-las. Só me permita senti-la na força dos ventos, e tenha certeza, saberei que a senhora está comigo.
Se eu merecer, eu peço minha mãe, que nunca me perca dos teus divinos olhos, porque sabendo que sou olhada pela senhora, não me sinto tão sozinha como já me senti um dia. Eu não sei rezar minha mãe, não como a senhora esperava de mim, e peço perdão por isso, ainda tenho muito o que aprender, eu só sei chamar. Sou eu Mãe Iansã, sou eu que chamo a senhora no seu dia, sou eu que chamo a senhora nos meus dias clamando por amor, por discernimento e proteção. Salve o silêncio do raio, salve o estrondo do trovão e salve o poder da ventania.

23 de jan de 2014

Fechei os olhos e pedi um favor ao vento: Leve tudo que for desnecessário. Ando cansada de bagagens pesadas. Daqui para frente quero apenas o que couber no bolso e no coração.

Sociedade hipócrita!

Tenho mulheres na minha vida, desde de crianças á mães com tipo, quatro filhos, cinco filhos, loiras, morenas, ruivas, espiritas, evangélicas, católicas.. Com uma faixa etária de 8 a 60 anos. Bom pra mim já é o suficiente, o que todas elas tem em comum além de uma amiga que não vale nada como mua?! ahaha São LÉSBICAS! Sim, mulheres que foram casadas com homens por mais de vinte anos, e mulheres que se quer nunca se deitaram com nenhum. Sabe o que a maioria delas teme, e temeu a vida toda? Contar o que realmente sentia, como se sentia, porque ouvia dizer que fora o amor hétero, outras formas de amor seriam erradas, porque sabiam que seus pais, seus irmão, seus filhos, não aceitariam, porque tinham medo de virar piada.. PORQUE?

 PORQUE HOJE É COMUM VOCÊ VER UM MARGINAL DE JULIET NA CARA, PRATICAMENTE COMENDO UMA MENINA SEMI NUA NO MEIO DA RUA, DIZENDO QUE É DO MOVIMENTO E PAGANDO DE LADRÃO! É COMUM VER CASAIS DIVORCIADOS MORANDO NA MESMA CASA COM SEUS ATUAIS. É COMUM CASAIS SE DIVORCIAREM E O CARA CONTINUAR COMENDO A EX E A ATUAL.

 Mais duas mulheres de mãos dadas, principalmente as que se assumem mais velhas, seria um absurdo, como diria a maioria seria falta de vergonha na cara. É... complicado. Eu, na minha condição digo que: Sou mulher, sou dona de casa, morro de vontade de ser mãe, trabalho, tenho fé em Deus acima de todas as coisas, sou extremamente vaidosa, amo me maquiar, adoro vestidos, saias, pulseiras, anéis, amo minhas unhas compridas e bem feitas, não digo que tenho orgulho de ser gay, porque quando dizem "tenho orgulho de ser hetero" pra mim soa como se a pessoa fizesse um puta esforço pra se conter e ser hetero saca? mais sou FELIZ sendo gay, afinal de contas a única coisa que me torna diferente da maioria das mulheres héteros, é que eu não julgo as pessoas por quem elas levam para suas camas, e sim pelo teu caráter, e sua postura. 

ISSO SERVE TAMBÉM PROS BOYS MÁGIAS AQUI VIU!

20 de jan de 2014

Okê Arô Meu Pai!

Quem manda na mata é Oxossi!
Oxossi é caçador, Oxossi é caçador...
Ouvi meu pai assoviar, ele mandou chamar:
"é da Aruanda auê, é da Aruanda aua... ♪

Este Caçador do dia e da noite, esse Amado Pai, muitas moradas assim ele o têm, essas são os corações de seus filhos. Guerreiro de uma única flecha, que provém o alimento a teus filhos, um verdadeiro Caçador de Almas, e com sua única flecha alcança todos os corações de uma só vez, reúne seus Filhos e os filhos de seus Irmãos Orixás hoje em uma só homenagem.

15 de jan de 2014

11 de jan de 2014

13/01

São seis anos... Que parecem seis décadas pela dimensão da saudade.
São seis anos... Que parecem seis minutos, segundos pela presença das lembranças, pelo aperto no peito, pelo medo involuntário que eu sinto, de lembrar dos primeiros momentos da da minha vida, sem a presença da tua.
Me vem a mente nossas ultimas conversas, nossos planos, sua ultima refeição comigo, a ultima bronca que eu tomei. Eu me lembro de coisas que as pessoas tentavam me explicar, de palavras que eram pra ser de conforto e que só me faziam senir pior. Me vem a tona aquela sensação de abandono...
De repente, me vejo com um dos piores sentimentos do mundo dominando meu ser, a inveja...
Inveja das pessoas que postam fotos com suas mães no facebook, inveja das coisas que vejo as mães escrevendo aos seus filhos, as vezes andando na rua eu vejo mulheres como você, andando com moças como eu, mãe filha como seriamos nós, me questiono de porque fui privada de viver coisas tão simples.
As vezes me sinto envergonhada se estou presente em um momento onde mãe e filha se abraçam ou dizem que se amam, pra mim esse momento é tão mágico, tão especial, que me sinto atrapalhando, sou a presença inconveniente.
Sei que muitos pensam que a saudade, a presença, a falta, passa com o tempo, sei que muitos também sabem que o tempo na verdade só camufla um sentimento que na maioria das vezes preferimos esconder por ser muito forte, é uma sensação de prazer, por saber que foi você que me colocou no mundo, é uma honra tão grande, ao mesmo tempo é uma revolta de não poder ter feito nada por você, tudo que eu queria é te encontrar, pqp como eu queria, queria dizer...Dizer que eu era uma criança, mais que eu nunca gostei de te ver passando por tudo aquilo, que se eu pudesse, soubesse e entendesse tudo que juro que teria siado realmente teu braço "direito", que foi um prazer, uma honra ter vindo a este mundo através de você, e ter recebido o maior amor do mundo, da melhor maneira que a senhora poderia ter me dado,que Deus foi muito injusto com nós duas, rs muito "egoísta" porque eu poderia ter te dado tudo, todas aquelas pequenas besteiras que um dia você quis, e não ter, eu poderia ter te ajudado mais, poderia ter sido uma filha muito melhor do que eu fui, agradeço incondicionalmente por ter tido compreensão, por ter tido amor, por ter sido ensinada desde pequena o quão difícil é viver, e batalhar e conquistar.
Sinto muito por ter sido a senhora me exemplo dessa forma, porque geralmente essas histórias são muito tristes... Mais se Deus quis assim, acho que ele realmente precisava da tua ajuda, porque a vida aqui esta um caos, acho que se a senhora estivesse por aqui, já teria decido o cacete em muita gente, inclusive em mim.
Que eu possa manter sempre sua presença viva dentro do meu coração, e que Deus continue me confortando, porque a cada ano dói mais. Quando crescemos e entendemos, que realmente compreendemos tudo, dóis mais.

7 de jan de 2014

Gente bonita é aquela que acima de tudo sabe ser gente. Que faz jus à espécie que pertence. Aquela que é ser humano mas ao mesmo tempo é capaz de tirar o ‘humano’ para simplesmente ser. Ou que é capaz de unir os dois termos nas atitudes de ser humano. O melhor tipo de pessoa é aquela que invade a gente num sobressalto e sem pedir licença, mas a sua presença é tão vívida e branda que sua permanência acaba causando dependência. E que não vai embora, que fica. Gente bonita é aquela que nos atinge com um revólver de sorriso quando já estávamos acostumados a levar tiros de solidão e tristeza. Aquela que é envolvida por uma áurea de alegria dançante e reluzente e inclusive podemos sentir essa energia transmitindo-nos paz e segurança. Bons são aqueles que nos abrigam no calor de suas naturezas e nos conduz pacientemente por entre as trilhas da nossa vida. Gente bonita é aquela que mesmo feia continua linda e é livre de artifícios e superficialidades mas que tem como vestimenta a transparência. O melhor tipo de gente é aquela que deixa a vergonha de lado e se reveste com a capa do vou-ser-feliz. Que faz, que age, que é. E que também nos faz ser.

4 de jan de 2014

Sabe, uma coisa mínima pode mudar sua vida. Num piscar de olhos alguma coisa acontece do nada, quando você menos espera e te coloca num caminho que você nunca planejou e um futuro que você nunca imaginou. Para onde ele vai te levar? É a jornada das nossas vidas, nossa busca pela luz. Mas, às vezes, para encontrar a luz você tem que passar pela mais profunda escuridão. Pelo menos, foi o que aconteceu comigo.

As promessas ? Vem e vão o tempo todo. Ás vezes cumpridas e muitas das vezes não. Mas todas pelo simples fato : Confiar.

3 de jan de 2014

Hoje, de alma lavada e passada, rio de tudo isso com olhares de aprendizado e história. Aprendi de forma gostosa a importância de entender a vida, suas fases e marés, às vezes turbulentas, às vezes cheias de calmaria. E com o tempo fui adquirindo uma essência de olhar nos olhos das pessoas para sentir suas almas. De entender seus erros bobos e respeitar os momentos. De olhar o todo, compreender situações e ali, extrair uma pessoa de bem. E assim aprendi a demorar mais para tirar minhas conclusões sobre as pessoas, o que me fez conhecer pessoas muito mais verdadeiras e que precisavam tanto serem ouvidas com reciprocidade no olhar.

Para o ano novo, desejo que...



 "...se for pra fazer guerra, que seja de travesseiro.
Se for pra ter solidão, que seja no chuveiro.
Se for pra perder, que seja o medo.
Se for pra mentir, que seja a idade.
Se for pra matar, que seja a saudade.

Se for pra morrer, que seja de amor.
Se for pra tirar de alguém, que seja sua dor.
Se for pra ir embora, que seja a tristeza.

Se for pra chorar um dia, que seja de alegria.
Se for pra cair, que seja na folia.
Se for pra bater, que seja um bolo.
Se for pra roubar, que seja um beijo.
Se for pra matar, que seja de desejo.

29 de dez de 2013

Estamos aqui em busca da Felicidade
Não só da nossa, mas também dos outros.
E não é difícil encontra-la... Ela está dentro de nós.
E nós, com certeza, a merecemos!
A vida é bela e as esperanças nunca devem acabar
Assim como também não deve acabar
O amor que existe dentro de nós.
Saiba sobreviver às tristezas,
Saiba se erguer após cada queda
E saiba amar sem medo
Pois o medo não nos traz nada
Apenas leva....
Não desperdice nenhuma chance da sua vida
Afinal, a sorte não bate todo dia à sua porta.

28 de dez de 2013

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
 Ou se vacila ao mínimo temor.
 Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
 É astro que norteia a vela errante,
 Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
 Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
 Antes se afirma para a eternidade.
 Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
 Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

 William Shakespeare

27 de dez de 2013

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.



19 de dez de 2013

Não é facíl se casar cedo, saber que sua vida esta começando e que suas responsabilidades já são absurdas. Não é facíl prometer amor unica e exclusivamente para aquela pessoa "x", dizer que vai dormir a cordar ao lado dela todos os dias. Existem tantas pessoas maravilhosas no mundo... Uma delas me pertence *-* E assim eu agradeço a Deus todos os dias por ter colocado no meu caminho uma pessoa que me valoriza, a quem eu posso me dedicar sem medo... Sim, sem medo, porque ela é minha unica certeza de que não estou sozinha nesse mundo.


16 de dez de 2013

O caminho da lagarta é virar uma borboleta, não existe certo nem errado, tudo faz parte do caminho. Ficar parado é ir contra o caminho, ter medo é ir contra o caminho. Não se pode pedir a uma lagarta para ela não mudar, pois o seu destino é a mudança, o seu destino é a transformação, pois a lagarta não pensa como uma lagarta e sim como uma borboleta, pois sabe, bem lá no fundo, que é uma borboleta... E mesmo enquanto lagarta, deve imaginar-se voando.


13 de dez de 2013

Eu ainda me surpreendo com certas coisas...
Geralmente eu não espero coisas ruins, ou palavras duras de pessoas que dizem me amar pelas minhas cotas. Acredito fervorosamente que quem ama não diz pelas costas e sim olhando no teu olho, porque assim não é fofoca, nem critica aleatória, seria uma critica construtiva, o que muda completamente a situação.
O problema sou eu, e eu que evito enchergar isso. Ao mesmo tempo que alguns dão tudo pra se aproximar e fazer parte do meu dia a dia, outros querem que eu mora pra tentarem despertar esse sentimento em outros. A maioria pensa que ninguém me julga de nada, que eu nunca escuto merda de ninguém, que nunca me falta nada, que tenho uma vida perfect...
Não nego, de certa forma tenho sim a perfeição ao meu lado, não acho nem um pouco ruim estar as "vésperas" dos vinte e um anos, completando 5 anos de casamento praticamente, ou sem ter que pedir autorização doa pais pra chegar mais tarde, dormir fora, não vou dizer que quando veio uma coisa eu compro, mais junto conforme posso pra poder comprar em breve, e assim acaba sendo muito mais valido do que de outras formas sabe?!...
Eu gostaria de ver porque sou tão errada assim como muitos vêem. De verdade. Diariamente, pessoas me ligam, me visitam, todas precisando de ajuda, de alguém que as escute, que aponte uma luz, todas querendo rir a toa, todas esperando que as faça sentir melhor. Se você esta lendo esse post, quantas vezes eu te liguei pra pedir ajuda? Ou só pra desabafar? quantas vezes precisei de um favor teu? Sei exatamente as pessoas que vão ter uma resposta deferente do "NUNCA" ou "nenhuma vez" quando lerem isso; sei também aquelas que vão pensar "já, mais faz muito tempo", talvez você se pergunte porque eu não te procurei de novo (talvez), caso surja essa pergunta, deixarei aqui a resposta "eu procuro apenas pessoas que amo, nunca procuro aleatoriamente, se por algum motivo você me disse não, podendo dizer sim, desligou o tel, e fingiu que a ligação caiu, ou simplesmete quem sabe não me atendeu" prefiro continuar te amando sem poder contar contigo, do que pensar que você não merece o sentimento que eu mantenho para com a sua pessoa. Talvez seja egoismo, ou não, eu simplesmente quero evitar me decepcionar, só isso.
Se eu tiver um pãp, e vinte amigos com fome, farei torradinhas mais jamais deixarei um com um pedaço maior do que o outro, ou mais satisfeito, cara amizade é assim, só que ao invés do nossa "pão imaginário" eu faço isso diariamente, com meus abraços, piadas, com meus sentimentos.
Não é tão facíl fazer todos vocês sorrirem e consola-los sem saber o que eu vou comer amanhã...
Ultimamente não são as palavras que tem me machucado e sim as pessoas que as dizem, e a forma que acontece, não adianta sou assim mesmo, fala de mim pelas costas, caiu no meu ouvido vou querer ouvir da tua boca, olhando nos meus olhos, mentem a meu respeito, dizem que fiz coisas que não fiz, que sou uma pessoa que não sou, mais ai vem o porém, como sempre, tudo tem um porém: " Tata por favor não fala que te contei, porque se não vai me queimar".  E CÁ FICO EU DE MÃOS E PÉS ATADOS
Eu me acostumei a sempre estar errada, de sempre ter a culpa, na verdade a cada dia vejo que sou mais incapaz de tudo que pensei fazer de olhos fechados, o peso que cai sobre mim é tão absurdo que me esmaga em meio a palavras, esmaga minha força, muitas vezes minha fé, esmaga minha esperança, e eu fico alí acuada, amoada, esperando que algo me tome e mostre a direção, quando isso não acontece, eu invento uma voz na minha cabeça, e sigo, porque o importante é seguir...
Sempre que houver alternativas tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortavel, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte pelo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as consequências.

11 de dez de 2013

Meias verdades. Meias vontades. Meias saudades. Viver pela metade é ilusão. Tire suas meias. Ponha o pé no chão.

10 de dez de 2013

Ninguém nasce a odiar outra pessoa devido à cor da sua pele, ao seu passado ou religião. As pessoas aprendem a odiar, e, se o podem fazer, também podem ser ensinadas a amar, porque o amor é mais natural no coração humano do que o seu oposto. (Nelson Mandela)
Que seja eterna a vitória dos meus dias, mesmo quando me derem a impressão de fracasso, pois nunca esqueço que por detrás das nuvens sempre existirá o brilho do sol.

25 de nov de 2013

Eu gostaria de buscar uma forma de expressão que me sufocasse menos.
Cantar, dançar, gritar, escrever, as coisas tem me sufocado tanto...
Não é nenhum tipo de complexo, sei que não é. Gostaria de me sentir melhor por dentro.
Uma vez escutei assim "você esta se fazendo de coitada", "você só se faz de coitada" alguma coisa assim, ouvi isso do Nascimento; Vivo me questionando com relação a isso.
Não é se fazer de coitada, você tentar expor a forma que você se sente, TENTAR SE LIVRAR DE UMA COISA que esta presa dentro de você, e criando raízes cada vez mais profundas, engraçado que nunca ouvi isso de mais ninguém, sempre escutei o contrário de outros, mais sempre que penso na forma que me sinto, me pergunto se estou realmente assumindo uma postura dessas. Ao meu ver, acredito que não, afinal eu trabalho, me sustento, ou melhor nos sustentamos a Gabriela e eu, mais infelizmente, dentro do terreiro minhas emoções ficam a flor da pele e tudo que engulo sorrindo aqui fora, eu coloco pra fora quando estou  lá,; mais não interpreto isso como fraqueza afinal de contas a maioria das vezes me sinto uma mulher de aço. Vejo isso como uma forma de me limpar, por exemplo, quando você esta carregando uma sacola muito pesada na volta do mercado, e o peso começa a prender sua circulação, seus dedos vão ficando com as pontinhas roxas... Ai você solta o peso, e a cor vai voltando ao normal, o sangue volta a circular, as vezes formiga um pouquinho, da um certo incomodo, mais quando passa você se sente extremamente aliviada. Eu me sinto assim com relação a essa minha "fraqueza".
Tenho tanta coisa guardada no peito, ou na cabeça sei lá, que estou cansada de mim. Me olho no espelho e vejo tudo que eu sou, tudo que sou capaz, e tudo que dizem por ai ser eu. As vezes confundo o que eu acho certo e errado, com o que meu coração me manda fazer, sou complicada, difícil mesmo, não exijo compreensão já que nem eu mesma me compreendo.
Me sinto tão baixa as vezes, tão impotente, tão incapaz, como se eu fosse uma marionete que muitos manipulam com palavras bonitas. Me sinto mais idiota ainda de pensar assim e talvez estar duvidando de coisas verdadeiras que pessoas de verdade me dizem. Pessoas de verdade "pessoas que merecem me respeito", respeito, será que merecem? Será que é real, estou vivendo uma fase absurdamente INÚTIL.
Eu tenho sentimentos que ninguém nunca vai entender, tenho dores que são MINHAS E SÓ MINHAS de mais ninguém, minha pior inimiga é minha memória, minhas lembranças, ou seja, eu mesma. Quero que tudo isso acabe, quero ser feliz, quero viver em Paz, quero buscar a minha paz... Estou cansada de perder o sono durante a noite,com pensamentos que não me agregam nada de bom, estou cansada de chorar no chuveiro pra disfarçar, estou cansada, de fingir que não dói, que não tenho medo, que não sinto saudades, as vezes tudo que eu queria é gritar: SOOOOOOOOOOOOOOOOOCOOOOOOOROOOOO!!
Eu espero sinceramente um dia ser capaz de ser um terço da mulher que minha mãe foi, espero não decepciona-la, espero...
O fato é que de 5 em cinco minutos me sinto por um triz, sinto que perdi, e digo: sei aonde perdi – e não tenho coragem de voltar pra buscar -. Eu perdi duas vezes, no mesmo lugar. Eu perdi muito tempo. Não, eu não perdi; Eu estou perdendo muito tempo. Eu perdi as palavras. Na verdade, estou repleta delas. Não tenho é coragem pra falar. Eu perdi o sono. Ah, esse eu nem quero mais. Eu perdi todas as minhas pulseiras., meus brincos e anéis. Eu perdi a razão, perdi a vergonha, perdi meu isqueiro, perdi minha coragem. Perdi minha coragem, merda?!
Eu tenho vergonha do meu orgulho. E tenho medo de perde-lo. Resisto às investidas da alegria, da plenitude, das letras do pop e do mpb do nosso rádio sempre em sintonia. Não deixo a casca se formar nas minhas feridas, fico cutucando a mim mesma com vara curta. Eu poderia listar 101 motivos pra gente não acreditar demais numa paixão que existe por acidente e por acidente pode nos deixar na mão, pois sabe, é impossível prever o banal, quedas de avião e pessoas mais interessantes do que eu.
Estou cansada de ouvir que preciso ter calma, que amanhã é outro dia... Estou cansada de sempre ouvir que não devo esperar nada de ninguém além de mim mesma.
Acho que estou precisando de uma camisa de forças!


22 de nov de 2013

Sempre disse que faço por não querer me arrepender de não ter feito, mudei de conceito, se arrepender é muito pior do que ficar imaginando possibilidades.

20 de nov de 2013

Foto estranha, mais gostei...


Tire o meu fôlego...


Eu custo a acreditar no FIM das coisas...
Cresci escutando minhas professoras de literatura dizendo que era super incoerente os autores de contos infantis colocarem o bendito FIM no termino dos contos... Elas sempre diziam que todos os textos que acabam dessa forma, sempre tem continuação, que isso é como se fosse uma marca deixada no testo de que ele deve ser continuado, sempre achei estranho, nem nunca entendi direito, mais acho que acabei absorvendo isso pra minha vida.
Nunca tive uma "amizade", mais to falando de amizade de verdade não de coleguismo que chegasse ao fim, ja colocamos muitas virgulas, pontos e virgulas, exclamações e etc, mais nunca acaba.
Acredito que não sou o tipo de pessoa que aceita perder... Perder pessoas, porque coisas eu não me importo, nada do que tenho em mãos é realmente meu, tenho plena consciência disso, mesmo você possuindo isso, não é teu, coisas caem, quebram, estragam.. Pessoas não!
Eu pertenço a elas, e elas a mim. Não admito perder isso pra nada, nem ninguém.. Tenho necessidade de marcar a vida das pessoas, não aceito ser mais alguém conhecido, na maioria das vezes.
Não perdi minha mãe, ela esta comigo sempre, não é brincadeira, as vezes me acham até meio louca, mais apesar da saudade imensa, eu sinto que ela é MINHA mãe.
A Luana.. é uma amiga que puta merda, eu respeito e admiro pra caramba, mais  nós vivemos nos desentendendo, nossos pensamentos não batem muito, ela curte ficar bêbada, eu já não curto muito, ela tem uma educação mais formal digamos assim, eu cresci meio solta, ela tem paciência pra pessoas que eu jamais teria,  apesar de termos muita coisa em comum e de amarmos as mesmas coisas, e até algumas das mesmas pessoas, nos desentendemos muito. Ainda assim eu sei que ela é MINHA amiga, porque durante o período de convivência trocamos aprendizado, eu vivi coisas que ela graças a Deus não viveu e vice e versa.
A Gabi, é MINHA esposa, e mesmo que um dia eu deixe de ser, sei bem o que vou representar na vida dela sempre, nossa fase juntas marcou por muitas mudanças, muito amadurecimento, muita responsabilidade, foi nosso contato com o mundo, de verdade, fizemos uma transição juntas.
Não consigo acreditar no FIM por isso, na realidade nada nunca tem fim, se um aparelho quebra, ou uma roupa rasga, você vai e compra outra, mais um amor, um amigo, pessoas... Elas vivem em você e você vive nelas, até que os corações não batam, e ainda assim tudo que foi vivido junto vai junto, na alma...
Coisas estranhas tem me acontecido ultimamente...
Sonhei praticamente todos os dias da semana que estava "parindo", tipo, tendo uma bebe, aqui em casa, na minha cama... Mais não foi um sonho comum, eu senti dor, eu senti a pele da criança, eu senti o cheiro, tipo, da minha filha. No sonho eu até comentava: "Nossa, eu achava que doía mais". ahahahaha
Minha bebe é linda *----*
Estou desejando tanto ser mãe, que acho que estou pirando com isso.
Sei que não tenho condições financeiras de mantar uma criança e jamais seria inconsequente a ponto, mais juro por Deus, que eu já conheci minha filha, pelo menos uma delas.

18 de nov de 2013

Vai devagar… Pensa duas, três, quatro, quantas vezes forem necessárias pra não fazer bobagem. Cuida do teu coração, cuidado com quem você deixa entrar. Espera o tempo passar. Acredita menos… As pessoas não são tão legais quanto aparentam ser. Quem acredita menos, sofre na mesma proporção. Até quando você achar que é verdade, desconfie um pouquinho. Faz bem não se entregar totalmente logo de cara. Se arrisca mais, por você. Tenha coragem para dizer tudo que tens aí guardado. Seja forte para conseguir se manter calada perante alguns. Muda de rumo. Quando te mandarem ir por lá, vai pelo outro caminho. Ou vai apenas, pelo caminho do teu coração. Se você não aguentar mais fingir… Chore. Depois que você acabar de chorar, vai sentir-se mais leve. E então vai levantar a cabeça, lavar o rosto, pôr uma roupa bonita no corpo, um sorriso escandalosamente lindo no rosto e dizer que chega, que você vai é ser feliz. Eu sei, é assim mesmo. E vai funcionar! Não diga “nunca”, nunca. Irônico, não? Mas não diga. Porque essa vida é incrivelmente engraçada. Mais uma coisa. Você não pode ter medo que as pessoas te machuquem, viu. Porque as pessoas vão te machucar de vez em quando, até mesmo aqueles que você mais confia e admira. Não vão fazer por mal, mas somente porque são humanos. Cometemos erros ridículos com pessoas maravilhosas. Faz parte. Não esquece que cada um é cada um. Somos diferentes. Graças a Deus, somos. Vive um dia por vez, sem pressa e sem querer ser mais rápida que o tempo. E por favor, vai ser feliz, que tu ainda tem muito por viver.
Quando estiver difícil ficar de pé, ajoelhe-se e peça com fé.

16 de nov de 2013

As palavras me definem. Mas o silêncio me descreve. No silêncio sou quem realmente sou, alguém que precisa de um abraço ou de um carinho. Um cafuné, um carinho na orelha, existem diversas formas de dar e receber o carinho. No silencio, vejo quem realmente está comigo, quem me quer por perto. Quem me aceita do meu jeito, quem se preocupa comigo. As palavras, puff, elas são ditas sem muitos significados, dizem por falar. Mentem, mentem muito, e ainda por cima mentem pras pessoas que dizem ser importantes. É, eu me sinto assim, vejo isto no meu dia a dia. Por isto fico em silêncio, paro pra perceber quem realmente tá se importando com minha existência, paro pra perceber quem realmente me quer ver feliz ou sei lá, quer pelo menos tentar me entender.
As pessoas são sujas, usam, jogam, mentem, manipulam, se acomodam, se gabam. Você não precisa desacreditar de coisas bonitas, mas se você não souber jogar, é game over, entende? Princesas não sobrevivem em tempos de amores líquidos

15 de nov de 2013

Eu disse que ficaria bem, disse que conseguiria seguir em frente, que esqueceria o ocorrido, que a dor iria passar, e nada disso aconteceu… É, eu não estou bem, mesmo estando sempre sorrindo, eu não estou bem. O sorriso serve apenas para manter minha fachada de pessoa forte, coisa que na verdade eu nunca fui. Conseguir seguir em frente eu até consigo, com obstáculos, dificuldades, sempre pensando em desistir, mas eu consigo. Esquecer, digamos que é impossível. E a dor, a dor nunca passa, não importa quanto tempo passe. Por mais que eu tome milhares de dorflex, coloque um band aid em meu peito, por mais que eu procure um médico especializado em dores causadas pela decepção, a dor permanecerá aqui, é como se já fizesse parte de mim. Acho que já estou acostumada com o sofrimento. Caso eu consiga ficar 24 horas feliz, acharei estranho. Pois ultimamente minha felicidade tem sido tão pouca, quando estou feliz é apenas por alguns minutos. É felicidade passageira. Passa rápido como o vento.

11 de nov de 2013

Eu gostaria de ter uma vida mais simples... No sentido de agitação, gostaria que as coisas fossem mais normais, mais tradicionais.
Eu não escolhi ser gay, não escolhi amar uma pessoa do mesmo sexo que meu corpo físico, também não escolhi sair de casa aos 16 anos, nem ter um pai "descontrolado", ou ser separada da minha mãe tão cedo.
Se eu pudesse escolher, seria hetero, namoraria um boy bem bonito, inteligente, teria terminado o colégio, e continuado morando na casa dos meus pais até me formar, teria comprado uma casa, para depois me casar, faria almoços de domingo para minha família, teria filhos com uma facilidade maior...
Certas coisas não são questão de escolha, simplesmente é, acontece, chega uma hora que não dá mais, é preciso mudar! Buscar por um melhor...
Eu gostaria de ser praticamente o oposto do que sou, mais sou tão boa como sou, como seria se fosse como gostaria de ser.. Se é que você me entende!?
Vivo com meu coração na mão, ao invés de dentro do peito, exposta a todos os sentimentos, e ainda assim consigo passar despercebida, como se fosse uma "rócha", daquelas bem resistentes, que ficam na beira da estrada, você até admira, mais prefere outras vistas, só é bonita de se olhar de relance.
As coisas que me aconteceram e me acontecem moldam um pouco de quem eu sou, eu pelo menos acredito nisso, acredito que o ser humano vive em constante aprendizado, mais também acredito que tem coisas que eu passo porque já fiz muita merda em outras vidas.
Sabe aquela mania filha da puta de procurar uma razão pra tudo?

10 de nov de 2013

Eu não gosto de tomar cerveja, me causa arrotos muitos feios, e muita vontade de fazer xixi...
Prefiro tomar bebidas quentes, que me deixam louca mais rápido, e eu não fico com nada fermentando em mim... ahahaha
Incrível que essa semana eu tomei cerveja umas 3, 4 vezes... Hoje devo ter tomados umas 5 long neck de Schin... Por incrível que pareça, é verdade, tenho provas. Estávamos todos meio descabelados, não eramos só nós.

1 de out de 2013

Axéééé!!! Erês, Ibejadas, Yori, “Crianças”, Encantados, Anjos, Andorinhas, Cosme & Damião com Doum ou sem Doum… Não importa!!! O nome, a designação, o título, não é relevante! Cor, feito, brinquedo ou movimento não é ressaltante! O bom, o certo, o formidável, o admirável, o respeitável, o Sagrado é tê-los no coração, é saber que não deixam que nos derrubem e que são nossos “Amigos”. Ahhhh… Quantas oportunidades perdidas quando as “crianças” se manifestam em nossa Umbanda. Quantas pessoas menosprezam o poder e a ação da Linha das Crianças. Quantos confundem alegria com ingenuidade, inocência, ignorância, bobeira e assim perdem momentos mágicos de transformação. Saibam que essa linha de trabalho, Linha das Crianças, que se manifesta na Umbanda em meio a sorrisos, doces, guaranás e alegria é uma das poucas Linhas que consegue dominar a Magia na sua essência natural e faz isso, muitas vezes, de forma extremamente imperceptível. Para comprovar essa afirmativa, basta avaliarem as percepções pessoais ao ganharem balas, sentarem no chão, baterem palmas, colocarem chuquinhas no cabelo, etc… Ééé… É grandioso! É mágico!!! Além disso, quem já não ouviu a frase: “O que os Filhos das Trevas fazem, qualquer Erê desfaz. O que o Erê faz (no sentido do Bem, é claro) ninguém desfaz ou interfere”. Enfim, a festa das Crianças na Umbanda, conhecida como Festa de São Cosme e Damião vai começar, aproveitem o dia, a energia, a vibração, a festa e todo o entusiasmo dessas maravilhosas Entidades, deem uma pausa para pensarem, abram o coração e entendam, embora de forma simples e pura, as profundas e sábias mensagens desses verdadeiros SÁBIOS – Senhores da Pureza Cósmica. Aproveitem também e determinem algo especial para vocês, determinem, por exemplo, que o lado infantil e puro sempre influencie as decisões e os relacionamentos dos adultos que se consideram sucessivamente certos e sérios, afinal, na maioria das vezes, esses “crescidos” acabam por propiciar inflexibilidade, intransigência, fanatismo e extremismo, não é mesmo?
Sim,sempre fui excluída, sempre me senti assim.. incompleta. Sempre fui abandonada, as pessoas chegavam do nada na minha vida,faziam eu me apegar a elas e depois partiam. Hoje voce não sabe o quanto é difícil acreditar em um ''PROMETO NÃO TE DEIXAR'', por que eu sei que vai passar alguns meses e voce vai cansar de mim,vai enjoar de falar comigo e eu vou cair no esquecimento. Eu to me sentindo perdida agora...me sentindo sem chão,como se... eu pudesse morrer agora, ninguém se importaria, ninguém iria saber oque realmente aconteceu, talvez meus amigos sentiram minha falta, mais pensariam que talvez eu estivesse ocupada demais pra entrar no facebook mandar um sms ou fazer uma ligação, e assim passaria dias, meses e anos, eu iria cair no esquecimento também...

30 de set de 2013

Cada pessoa tem um papel insubistituivel na sua vida, cada uma em um momento diferente... Aquela pessoa que você menos imagina pode ser provedora de um sorriso no teu rosto quando você nem imaginaria que ela estaria ali, perdendo tanto tempo com você... Quem te ama te deixa livre, te deixa cair e levantar sozinho, te deixa aprender, ninguém evolui tendo tudo na mão o tempo todo... Pode parecer estranho, até mesmo insano, mais eu não vou estar ao lado de todos sempre, como vocês tbm não estiveram ao meu, e não é vingança, é gratidão.

23 de set de 2013

O problema é que as pessoas esperam demais, de mim. Esperam que eu responda seus questionamentos, que eu tire suas dúvidas, que eu lhes induza a certezas, que resolva seus problemas, que leia seus pensamentos, que eu esteja sempre disposta, que eu esteja sempre sorrindo, que eu esteja sempre feliz, que eu tenha sempre uma carta na manga, que eu ande sempre bem vestida, que eu chegue no horário, que eu cumpra promessas que não fiz, que eu leia, atenda, entenda, aceite, compre, vá, volte, as pessoas querem uma máquina que eu, infelizmente nunca conseguirei ser.

17 de set de 2013

A maioria das pessoas quando sentem medo acendem a luz, eu quando sinto medo apago a luz;
Sabia que considero 7 meu numero da sorte?
Que eu posso dizer que estou sentindo a maior raiva do mundo da pessoa, magoa, ou sentimentos do gênero, mais se ela precisar de mim, nem que seja por alguns tempo eu esqueço meu motivos.?
Sabia que o melhor jeito de me fazer sentir bem é me fazendo sorrir?
A vida me fez aprender muito... As vezes eu noto que tenho uma visão de certas coisas que ninguém mais tem, e também vejo que sou mais besta do que outros para certas coisas também. Acho que isso deve fazer parte da minha essência, na verdade eu sou muito intuitiva, tem certas coisas, que eu não sei mesmo, não ví, nem quero ver, mais eu sinto.
Muita gente me acha ruim, eu não me importa mais com o que os outros acham, eu sei o quanto eu amo, o quanto luto, o quanto eu me arrependo, sei o quanto eu choro, e o quanto me doeu deixar muita coisa pra trás. Eu sei. E isso me redime diante de mim mesma, minha batalha diária com a vida, e a cada dia mais comigo mesma...

12 de set de 2013

...Sobre meu pai...

Meu conflito agora é interno!
Rever pessoas que muito me machucaram, me abraçando de verdade, dizendo que me amam que posso contar com elas; Aquela duvida de será que gostaram de mim uma dia, sumiu. Mais porque os abraços foram sinceros... Aprendi a não confiar em palavras; Mais no abraço, no olhar, em um encostar de uma mão na outra... é uma energia tão forte, que até parece sobrenatural.
Palavras são lindas, e muito acalmam nossos corações em certas horas, mais eu juro, que eu nunca mais vou esquecer, de como ontem minha visão era diferente do hoje.
Eu agora estou dormindo muito mau, acordo assutada toda hora, como se estivesse atrasada.
Meu pai não sai da minha cabeça. O Problema é que ao contrário dos outros meu pensamento esta indo um pouco além.
Não sei se conheço meu pai muito bem, ou muito mau, acho muito mais provável a primeira opção.
Se comigo que sou filha, com meu irmão, com minhas tias, com a própria mãe dele  e até com amigos ele não se controla nada quando bebe, é a pessoa mais do mau, mais cínica, e arrogante que eu já ví em terra. Pensei muito se isso não poderiam ser influencias espirituais, mais me vi buscando uma desculpa, pra simplesmente tentar livrar a cara dele mais uma vez.
Mais de que adianta eu fazer isso, se outros não fazem. Minha distancia pro meu pai, é uma coisa que por mais que ele negue aos outros os motivos, que ele minta ou omita, que mude um detalhe aqui e ali, eu sei que quando ele encosta a cabeça no travesseiro antes de dormir, toda noite ele pensa e reflete sobre a verdade assim como eu. São coisas que não nos cabe passar adiante, coisas que ninguém vai resolver, nem construir uma maquina do tempo para voltarmos e evitarmos muita coisa.
Sei que o que eu ví nele, o estado que ele se encontra, eu não desejo a nenhum ser humano, e rezo muito pra não deixem que meu irmão descubra quem fez isso, que essas pessoas paguem mais de outra forma, eles foram desumanos, mais meu pai quando não bebe também não é.
Encontraram ele nu. Pelo que imagino, quando meu pai conseguir falar, vai dizer que não lembra de nada.
Acho que esse vai ser um dos muitos mistérios da vida do Sr.Teodoro.
Meu problema é comigo mesma, a cada dia tenho mais certeza de que preciso de tratamento psicológico, as vezes sozinha, é impossível explicar como me sinto ou a única forma que consigo respirar. Ao mesmo tempo que acho que ele procurou por isso, que ele também já deu muita porrada em muita gente por nada, eu acho errado pensar assim, e me acho péssima, porque se eu visse uma noticias dessas em um jornal em casa, eu choraria muito, e com certeza comentaria "por pior que seja a pessoa ninguém merece sentir tanta dor assim".  Me sinto muito mau porque já rezei muito pedindo pra que um dia ele sentisse o peso da mão de alguém como eu senti o peso das mãos dele, mais me custa acreditar que atenderiam uma oração dessas, não é possível. Meu pai é uma figura que eu lido com muita dificuldade, porque tudo que eu vivo com ele me machuca, mais mesmo assim eu não consigo deixar de estar lá. Minha ausência quando ele esta bem, ao menos inteiro, sem danos físicos ou de saúde não me incomoda, mais a presença dele no mesmo comodo que eu me perturba. Eu sinto pena dele, e sinto pena de mim, porque eu deveria ama-lo incondicionalmente, olhar pra ele me da vontade de chorar, mais eu tenho vontade de chorar por lembrar de tudo, sem eu querer lembrar, por saber que eu desejei mais do que tudo no mundo um pai, como eu tive uma mãe, e não tive, e saber que eu sinto medo, tenho medo que ele morra e esses sentimentos me consumam, tenho medo de viver tentar me aproximando e a cada vez que o vejo o ver de uma forma pior.
Eu só rezo, rezo muito, muitas vezes implorando pra que alguma coisa me aconteça e eu perca a memória, e esqueça de tudo que eu vivi até hoje, porque nada tiraria da minha vida nada que eu tenho agora, nem ninguém, sei que todos estariam ao meu lado sempre, e eu continuaria vivendo com elas, que meu caminho continuaria o mesmo, e que as pessoas que são pra ficar nele permaneceriam de qualquer forma mais talvez com meu pai fosse diferente...

11 de set de 2013

Só Deus pra me livrar dessa mistura de sentimentos que estou sentindo; Eu não pretendia ir te ver nesse aniversário, e pra ir te ver hoje da forma que estou indo, preferia não ir mesmo. Preferia que você estivesse com sua família, "tomando UMA cerveja" comendo alguma coisa bem gostosa, e dando bastante risadas, mesmo que eu não estivesse lá. Agora só estou agradecendo a Deus por poder ir no hospital, e mesmo sendo difícil pensar em você sem chorar, te ver, e te desejar um feliz aniversário. Eu choro por que o que fizeram com você é desumano, sinto raiva por isso, não desejaria uma coisa dessas jamais pra ninguém, como eu choraria vendo uma noticias dessa em jornal qualquer. Mais o que faz minhas lagrimas se estenderem é saber, que de alguma forma, você poderia ter evitado isso.

10 de set de 2013

Adormecida

Amanhã é aniversário do meu pai.
Recebi uma ligação hoje da Gabriela dizendo que a Pri lá de Itapecerica havia ligado, e que ela ligaria para falar comigo, assunto de urgência; Resumindo..
Ontem parece que meu pai estava na casa da minha avô, bebeu de mais, provavelmente acabaram discutindo, ele pegou o carro da minha tia e sumiu! Simples assim;
Parece que uns caras bateram muito nele, a policia o encontrou jogado na rua, sem identificação, e o conduziram ao hospital geral. O Povo da gleba já alastrou que ele estava morto.
Eu que ainda não sei da missa um terço fico aqui preocupada sem nem  ter o que fazer, porque os "parceiros" do meu irmão, já ligaram pra ele, e ele quer correr atrás de quem fez isso, porque meu pai vai ter que fazer uma cirurgia na cabeça.
O incredo da história não é nada bom, já se imagina que o fim também não vai ser um belo e bonito "E viveram felizes para sempre".

9 de set de 2013

É engraçado, não é? Quando se é novo, só se quer crescer, e depois só se quer voltar a ser criança...


Ah sorry, nada não, só estava pensando alto...

Caetana ♥

Eu não gosto nunca de nada e gostei tanto de você.
Dá pra enchergar a importância disso?
Olha pra mim, olha pro meu dia-a-dia, eu nunca gosto de nada, não sei escolher nada, sou sempre a indecisão encarnada...
Mais eu te escolhi! Gostei e gosto tanto!!!
Ai se você pudesse sentir meu coração batendo agora...
Se pudesse sentir como esta aconchegante aqui dentro; Talvez você entendesse melhor.

4 de set de 2013

Canto de Ossanha

O homem que diz "dou" não dá, porque quem dá mesmo não diz; O homem que diz "vou" não vai, porque quando foi já não quis; O homem que diz "sou" não é, porque quem é mesmo é "não sou"; O homem que diz "tô" não tá, porque ninguém tá quando quer. Coitado do homem que cai no canto de Ossanha, traidor... Coitado do homem que vai atrás de mandinga de amor!!! Vai, vai, vai, vai, não vou... Que eu não sou ninguém de ir em conversa de esquecer a tristeza de um amor que passou; Não, eu só vou se for pra ver uma estrela aparecer Na manhã de um novo amor... Amigo senhor, saravá, Xangô me mandou lhe dizer Se é canto de Ossanha, não vá, que muito vai se arrepender.
Pergunte ao seu Orixá, o amor só é bom pra valer... Pergunte ao seu Orixá, o amor só é bom se doer!
Vai, vai, vai, vai, amar Vai, vai, vai, sofrer Vai, vai, vai, vai, chorar Vai, vai, vai, dizer: Que eu não sou ninguém de ir em conversa de esquecer A tristeza de um amor que passou não, eu só vou se for pra ver uma estrela aparecer na manhã de um novo amor...



30 de ago de 2013

“Eu já escutei musicas que eu nunca gostei, só porque me lembravam você. Eu já fui em lugares, só porque tinha um pouco de você ali. Eu já experimentei aquela comida horrível, apenas porque você amava e dizia que um dia eu teria que prova-la. Eu já sai de casa com o cabelo molhado, mesmo você falando que eu iria ficar resfriado. Eu sai na chuva esses dias também, e olha só, eu fiquei mesmo gripado; bem que você tinha me avisado. Eu fui dormir cedo, pra ver se acordaria com alguma sms, ou um telefonema seu. Eu sai por ai tarde da noite também, sem medo de ser assaltado, porque você nunca deixava. Eu viajei sozinho também, querendo te encontrar lá quando eu chegasse, ou que por-conta-do-acaso você aparecesse do nada e sentasse do meu lado no avião; grande bobagem, eu sei. Viu, admite que eu fiz muito por nós, mesmo quando só existia eu.”

 — Junior Araujo - CL69
E o amor?, você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ela. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúmes, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. O amor é uma eterna tentativa.

28 de ago de 2013

Se for pra fazer guerra que seja de travesseiros. Se for pra ter solidão que seja no chuveiro. Se for pra perder, que seja seu medo. Se for pra mentir, minta sua idade. Se for pra matar, que seja a saudade. Se for pra morrer, morra de amor. Se for pra tirar de alguém, tire sua dor. Se for pra ir embora, seja sua tristeza. Se for pra chorar, chore de alegria. Se for pra roubar, roube um beijo. Se for pra viver, que seja apenas com você.

Chitãozinho e Chororó;

25 de ago de 2013

Não confunda...

a minha personalidade com as minha atitudes. Minha personalidade é quem eu sou, e minhas atitudes depende de quem você é.
“Se cada sentimento meu fosse feito de algodão, o céu estaria repleto de nuvens e a saudade cairia nos teus braços feito chuva numa tempestade de verão.”

 Elisa Bartlett

23 de ago de 2013

Pessoas vão embora de todas as formas: vão embora da nossa vida, do nosso coração, do nosso abraço, da nossa amizade, da nossa admiração, do nosso país. E, muitas a quem dedicamos um profundo amor, morrem. E continuam imortais dentro da gente. A vida segue: doendo, rasgando, enchendo de saudade… Depois nos dá aceitação, ameniza a falta trazendo apenas a lembrança que não machuca mais: uma frase engraçada, uma filosofia de vida, um jeito tão característico, aquela peculiaridade da pessoa. Mas pessoas vão embora. As coisas acabam. Relações se esvaem, paixonites escorrem pelo ralo, adeuses começam a fazer sentido. E se a gente sente com estas idas e também vindas, é porque estamos vivos. Cuidemos deste agora. Muitos já se foram para nos ensinar que a vida é só um bocado de momento que pode durar cem anos ou cinco minutos. E não importa quanto tempo você teve para amar alguém, mas o amor que você investiu durante aquele tempo. Segundos podem ser eternidades… ou não. Depende da ocasião.

Não sei se os problemas me perseguem, ou se eu corro atrás deles. É impossível não sentir alguma coisa negativa toda vez que lembro que as melhores coisas da vida mostraram-se não ser tão boas. A gente vai crescendo, e a nossa visão de mundo vai tornando-se cada vez mais desesperançosa, admitir isso é tão terrível quanto perceber. Descobri coisas que não queria, e não suporto as dúvidas que ainda tenho. Sempre que me perguntam como estou, eu respondo que estou bem, é mais fácil alegar uma falsa motivação do que apontar todos os precipícios de onde a vida me arremessou.

21 de ago de 2013

Virei pro lado, fechei os olhos… E me deu saudade. Puta merda, me deu muita saudade!
Eu morro de curiosidade de saber como seria teu rosto na velhice.
Tenho sofrido muito mais agora, do que quando ainda estava tudo muito quente.
Seu cheiro ainda estava nas cobertas, na fronha do travesseiro, e nas tuas roupas que eu ainda via todos os dias no guarda roupa. Eu tinha a impressão, vivia sendo tapeada pelo meu cérebro, pensava que ouvia sua voz; As coisas ainda estavam como você tinha deixado, e tudo era mais claro nas minhas lembranças.
Eu adoraria ter passado mais tempo com você. Adoraria me lembrar da sua voz, do cheiro da casa quando você saia do chuveiro, e também de quando você cozinhava; Gostaria de ter as coisas mais nítidas, a saudade me machuca mais a falta de lembranças me perturba...


"O fotógrafo tem a mesma função do poeta: Eternizar o momento que passa."
-Mario Quintana



Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida;






Mas na morte, que diferença! Que desabafo! Que liberdade! Como a gente pode na morte sacudir fora a capa, deitar ao fosso as lantejoulas, despregar-se, despintar-se, desafeitar-se, confessar lisamente o que foi e o que deixou de ser! Porque, em suma, já não há vizinhos, nem amigos, nem inimigos, nem conhecidos, nem estranhos; não há plateia.


 - Machado de Assis

(Quero postar sem títulos, mais na minha opinião fica visivelmente estranho...)

Tenho pena das pessoas que são como pombos, têm potencial de voar alto, mas preferem ficar no chão se contentando com migalhas...
Só se levanta quem quer levantar, e mesmo que não seja com uma fonte de trabalho bruto, e doloroso, há várias formas de conquistas.



Chorar, chorar e chorar até dormir. Do nada, mesmo por motivos idiotas eu fico triste. Eu choro por qualquer coisa, eu tenho sentimentos. Por mais que vocês não percebam, eu sou fraca cara, eu desabo toda noite, acontece que ninguém precisa saber disso, ai no outro dia, eu sorrio. Eu escondo meus medos, eu guardo minha dores pra mim mesma, até porque ninguém vai entender. Só vão me criticar e criticar, e no momento eu só preciso de pessoas que se importem comigo de verdade, eu só preciso de que ninguém me abandone, preciso de pessoas que sentem do meu lado e digam que vai ficar tudo bem, que tudo vai se ajeitar. Eu sinto vontade de me desligar do mundo, vontade de fugir, de sumir. Ninguém vai sentir falta mesmo, então posso ir tranquila. Mas tudo bem né, uma hora tudo isso passa e se não passar eu finjo que passou, eu tento me acostumar. Enquanto nada muda, vou continuar chorando todas as noites, vou soluçar e suspirar de tanto chorar, vou rir de tudo isso e chorar mais e mais, até pegar no sono e ir pra um mundo fora da realidade.


15 de ago de 2013

Resumindo....

Tipo, às vezes nem sabemos onde estamos pisando, ainda assim sem exitar, damos o segundo passo. É mais ou menos disso que se trata a vida, se arriscar mesmo que seja em algo que você já saiba, que já tenham lhe dito como é. O propósito é aprender sozinho. Se derrubado você tem mais forças pra levantar, mesmo que alimentado pela raiva... Mas se cair sozinho, você terá que ter coragem pra levantar a cabeça e o resto do corpo. Na verdade a vida se trata mesmo é de coragem.

13 de ago de 2013

...

Saber diferenciar ilusão de realidade às vezes se torna difícil, de pouco em pouco a gente se ilude mas em meio a isso tudo uma coisa ainda é realidade, a gente vai vivendo. Abrir as portas é fácil, deixar entrar, fluir naturalmente, tudo flui, mas nem tudo é natural. A verdade é que somos prevenidas demais, quando percebemos algo errado logo prevemos que tudo está, nem sempre é assim , embora quase sempre seja. O medo de acontecer de novo e de novo é algo inevitável, não é fraqueza, é autodefesa mesmo, a segurança que os outros não nos passam a gente quer encontrar aqui, no conforto de nós mesmas. Não nos julguem pelo sarcasmo muitas vezes um pouco mal elaborado, pelo muito sarro que tiramos dos poucos que restaram pra tirar, são situações, bem ou mal passadas são só situações, foram só momentos que valem ser lembrados com sorrisos ou lágrimas, pensando bem é preferível que com sorrisos, que sejam verdadeiros. Covardia será no dia em que me negar a dizer sim novamente por medo, covardia vai ser deixar de viver, deixar de aprender por se prender. Coragem, coragem é olhar pra frente sem esquecer de olhar pro lado, sem esquecer de olhar pra quem esta ao seu lado, sem esquecer de pensar positivo e que alguém vale a pena, mesmo que você mesma não valha...
Ai eu penso que ela merece, ela merece ser feliz, e coloco um sorriso no rosto...
Sorrir me torna menos vulnerável; Esse é meu objetivo.

Buscando sentido.

Me baseando em pensamentos confusos, mais não perdidos, eu vivo tentando explicar para mim mesma minhas atitudes. afinal toda ação tem um motivo; Difícil é coloca-los para fora, com ordem e concordancia... as ações que me deram motivos, e como não gostaria de ser, ou até mesmo em quem gostaria de me tornar. Sempre ouço que o ser humano vive em processo de evolução, a evolução parte de um ser que compreende melhor o sentido das coisas.
Partir significa ir à diante, seguir caminho, estar firme. Sim, porque pra partir, você sempre tem que estar firme. Se voltar, já não será mais uma partida, por isso coragem. Ir, somente em frente, seguir qualquer caminho que não seja o da volta. Ver todas aquelas coisas que lembram o passado passarem por você. Não discretas, não pequenas, mas grandes, gritantes, extravagantes, tentadoras. Ouvir todas as músicas que te trazem de volta por pensamento, mas não fechar o olho, pois o pensamento é poderoso. A partida nada mais é do que um adeus. Não um tchau, um até logo, até mais. Um adeus. Se ver naquela cidade, onde ninguém te conhece e você não conhece ninguém. Sentar em um assento duplo sozinho no ônibus. Se livrar do perfume velho. Se livrar dos costumes, até dos bons. Partir significa se livrar. Se livrar do que você está deixando, pois se você deixa, logo esta livre.O partir do bolo de aniversário, o partir do barco, o partir do trem, o partir do coração. O adeus do coração. Não o até logo, o adeus. O coração que parte ao meio é o símbolo da partida, corações quebrados são a sua marca registrada. Suas vítimas são aquelas mais sorridentes, as que mais têm pra lembrar, pra superar, pra se livrar. São essas as que mais partem....

Coragem ( ? ) ( ! )

Ser uma dessas pessoas que andam reparando em tudo a todo tempo se torna chato. Saber o que é certo e o que vai dar certo antes mesmo de ser feito, é chato. É um saco ser racional, se tornar racional ou se obrigar a ser racional. Como se todo mundo estivesse correndo e eu tivesse aqui, andando com medo de tropeçar, talvez porque eu saiba que irei tropeçar graças ao meu jeito desengonçado. Não reclamo de infelicidade, isso nunca, mas é que ter uma opinião pra tudo é complicado, porque deveriam existir coisas impossíveis de explicar, alguns sentimentos talvez, sei lá. O amor, ando assim desde que inventei de inventar uma explicação pra ele, e desde então sustento a minha tese com mil e um argumentos, todos consequências de experiências ou inexperiências. A verdade é que quando a gente cai de bicicleta a primeira vez e nos machucamos, botamos no mínimo o capacete da próxima. Existem pessoas por ai que caem tanto que já vivem equipadas, capacete, joelheira, cotoveleira. Ta ai, acho que me encaixo nisso, porém, não por já ter caído várias vezes, porque eu aprendi a andar de bicicleta sem nenhuma complicação, mas ai que ta, não foi complicado porque eu já subi equipada e ando equipada até hoje. Na verdade, se torna chato, tão chato ser precavida, tão chato subir equipada na bicicleta que eu enjoei de pedalar e simplesmente parei. Agora só observo as pessoas caírem das suas, acreditam que tem gente que ainda usa rodinhas de suporte no pneu traseiro? Medrosas.